14 outubro, 2013

O ROPODIO DAS DROGAS

Esta situação tem uma curva de melhoria só possível pelas injecções diárias. Já me habituei às mesmas e lido bem com a sua existência. O lado chato é que, todas as semanas, tenho de dirigir-me à minha médica de família para que esta me prescreva injecções para os 6 dias seguintes. 

Isto parece simples mas marcar  uma consulta é um processo moroso e as minhas injecções estão esgotadíssimas em todas as farmácias. Logo, para além de estar num rodopio das consultas, tenho que fazer um esforço diplomático e ligar para várias farmácias à procura da droga. Tenho tudo sob controlo e como conheço o sistema, consigo antecipar os passos a dar mas, confesso, tudo isto cansa-me muito. 

O lado bom é que quando começo a trabalhar, tudo isto perde o seu peso e volto a sentir-me útil à sociedade. Dias mais simples me esperam. 

1 comentário:

  1. E mais? E mais? Queremos saber mais coisas!

    ResponderEliminar